São poucas as pessoas que não sonham com a sua própria casa, mas por se tratar de um assunto um tanto quanto complexo e burocrático, muitas tem medo de tentar investir em imóveis à venda ou, até mesmo alugar. Se você é uma dessas pessoas, esse texto é para você entender um pouco mais sobre esse universo.

Na hora de adquirir um imóvel, seja o primeiro ou apenas para trocar para um melhor, inúmeras dúvidas surgem, principalmente quando existem tantos imóveis à venda. Como esse será um passo importante em sua vida, tenha a certeza do que deseja e, se for o caso, procure a ajuda de um corretor de imóveis, até mesmo para negociar da melhor forma com o proprietário.

Por onde começar a procurar por imóveis a venda?

Imóveis à venda podem ser encontrada de diversas formas diferentes,

Imóveis à venda podem ser encontrada de diversas formas diferentes,

São várias as formas de encontrar imóveis a venda, como pela internet, em corretoras de imóveis e, até mesmo, rodando pelas ruas da região que você quer encontrar; opção esta que te possibilita ter de imediato aquela primeira impressão, que é a que fica.

O que considerar um bom negócio?

Ap pensar em imóveis à venda é preciso listar suas prioridades,

Ap pensar em imóveis à venda é preciso listar suas prioridades,

O primeiro passo é listar tudo aquilo que você sonha para o seu imóvel novo! Pegue um papel e coloque tudo o que vem na sua cabeça, como:

  1. Localização
  2. Metragem
  3. Quantos quartos
  4. Quantos banheiros
  5. Churrasqueira
  6. Preço

Nessa lista deve constar tudo o que imaginar, depois vá eliminando o que você não considera tão importante. Quando encontrar imóveis que se encaixem no que você quer, começará um dos momentos mais difíceis, que é o da comparação.

Às vezes você encontrará imóveis à venda em localidades diferentes e com valores também diferentes, porém, lembre-se que a sua preocupação não deve se limitar só ao fator preço, principalmente por causa da quantidade de variáveis que existem, como localização, condomínio, proximidade de áreas comerciais e acessibilidade.

Ah, outro ponto que não deve ser esquecido é, se for um apartamento, quantas vagas de garagem você tem direito, ou mesmo se ela existe disponível no prédio.

Procure saber, também, sobre a procedência do imóvel à venda, se ele é novo ou usado; nesse caso, busque saber o ano de sua construção, assim você terá noção de quão difícil será para reformar se for preciso.

Sempre verifique qual é a construtora e da qualidade dos trabalhos feitos por ela, assim você irá evitar grandes dores de cabeça.

Quando você juntar a vontade de comprar com a disponibilidade do imóvel à venda que deseja, você entrará em um outro momento delicado: a negociação.

Negociar um imóvel a venda: o que observar?

Sempre irá depender da forma do negócio e com quem você está negociando. Se você adquirir de um particular, provavelmente conseguirá um preço mais barato, pois não existirão as tais taxas de corretagem, podendo pechinchar descontos e incluir outros bens como forma de pagamento, como veículos ou outros imóveis que possuir.

Já com uma construtora, normalmente tudo será feito por meio de corretora de imóveis, você fará sua proposta e receberá como retorno a concordância ou não da construtora. Caso ela aceite o que você propôs, pronto, o imóvel passa a ser seu!

Não esqueça de utilizar o seu FGTS, se você possuir, mas fique atento que há algumas regras pra que o saldo seja liberado, tais como: ser para aquisição de uma residência urbana; para moradia do próprio requerente; não possuir outro financiamento habitacional; ter no mínimo três anos de trabalho sob o regime do FGTS; não possui outro imóvel; e não ter utilizado o benefício nos três anos anteriores.

A taxa de corretagem mencionada nada mais é do que o pagamento pelos serviços do corretor de imóveis, que possui previsão no Código Civil Brasileiro, variando entre 5% e 6% do valor do imóvel, que pode ser colocado em contrato para que você arque com o valor, mas isso depende da forma que o contrato foi realizado com a construtora ou com o proprietário.

Justamente em razão disso, cuidado com o valor que você vai investir para a compra do imóvel à venda, principalmente se você usar aquela quantia que está há bastante tempo guardando na sua poupança, porque terá outros gastos decorrentes da transação, por isso é importante não usar todo o seu dinheiro na entrada ou para a compra do imóvel a venda à vista, porque você vai precisar de mais para finalizar a documentação.

Como por exemplo, os valores de corretagem, que depende do contrato, pois às vezes compete ao comprador e às vezes ao vendedor, as taxas de documentação no ato da transferência, que depende do cartório em que serão feitos os atos, e o tal ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis), que vai variar de 2 a 5% sobre o valor do imóvel, a depender do estado da federação.

Não esqueça que quando você desembolsar o seu dinheiro, seja quem for o proprietário do imóvel à venda, você ficará descapitalizado, portanto, não terá aquele dinheiro que estava em sua reserva. Ou seja, se for preciso fazer algum tipo de reforma no imóvel, decorar ou comprar os tão sonhados móveis, você precisa se preparar para esperar mais um pouquinho.

Comprar ou alugar, eis a questão

Imóveis à venda ou para alugar dependem de cada proposta e desejo do comprador ou inquilino.

Imóveis à venda ou para alugar dependem de cada proposta e desejo do comprador ou inquilino.

Já que o tópico é desembolsar o dinheiro, tendo o risco de ficar sem ele para futuras necessidades, considere também a modalidade de aluguel, ou seja, não descarte de imediato essa ideia, pois sempre há imóveis para alugar em preços muito mais acessíveis para atender às suas necessidades e vontades.

Aqui tem um embate constante entre os especialistas do assunto, se você fizer uma simples pesquisa na internet sobre “comprar ou alugar imóveis” verá que surgirão milhares de resultados, como vídeos, matérias e artigos falando do assunto. Uns serão completamente contra e outros a favor do aluguel.

Nenhum dos especialistas estão errados, na verdade tudo depende da pessoa e quais são os objetivos, a curto e a longo prazo. Tem aqueles que dizem que comprar um imóvel financiado é um problema em razão dos juros aplicados, porque serão longos anos pagando aqueles boletos inacabáveis todo mês; que no final das contas mais que dobrará o valor inicial do imóvel.

Há outros que atacam a ideia do aluguel porque é simplesmente “jogar dinheiro fora”, ou seja, acreditam que você estará desembolsando todo santo mês uma quantia que jamais retornará pra você.

Se você estiver disposto a ter um imóvel para chamar de seu, provavelmente o melhor caminho é a compra, independentemente da forma da aquisição. Se tiver todo o dinheiro necessário, não terá muitos problemas, porque além daquele desconto sempre negociável para quem paga à vista, não haverá esse papo de juros e boletos intermináveis.

Financiamentos de imóveis à venda

Agora se o caso for de financiamento, é preciso pensar no valor do imóvel, de quanto será a entrada e qual será o saldo a pagar. Sabendo disso, faça simulações nos mais variados bancos e pelas mais variadas formas para que você tenha uma noção de quanto ficará sua parcela e se ela caberá no seu bolso – mais uma vez lembramos que não deve ser comprometida a sua renda, porque a recomendação mais comum é de que não ultrapasse 30% dela, já incluído o condomínio, caso seja o seu caso.

Hoje está muito fácil ter essa noção, porque normalmente o seu banco possui um aplicativo e nele certamente há essa opção de simulação. Para os demais bancos ou agentes financeiros, basta entrar no próprio site deles e dar aquela pesquisada.

O raciocínio é parecido para o caso de você for considerar alugar um imóvel. Na maioria das vezes os imóveis para alugar são colocados pelos proprietários em corretoras, então o seu primeiro contato provavelmente será com elas. Em seguida, poderá conversar com o proprietário, e esse é o momento que você deve aproveitar e fazer uma proposta inferior daquela pedida, pois via de regra há uma margem deles nesse sentido.

Como você está buscando um imóvel à venda ou para alugar, se não existir urgência, faça pesquisas sem pressa, porque poderá encontrar imóveis nessas duas situações que estão anunciadas há bastante tempo, o que significa que a chance de negociação é maior.

Fique atento aos anúncios de imóveis

É preciso ficar bastante atento aos anúncios de imóveis à venda.

É preciso ficar bastante atento aos anúncios de imóveis à venda.

Hoje em dia todo cuidado é pouco! E para alcançar a tão sonhada casa, é preciso ter paciência, persistência e muita, mas muita pesquisa e negociação. Atente-se aos anúncios feito na internet, nem sempre o que está ali é 100% fiel com a realidade.

Sempre vá aos locais visitar, conheça o bairro em que o imóvel à venda está e todos os estabelecimentos que estão a sua volta e, se possível, converse com os vizinhos, afinal, não existe ninguém melhor para te contar sobre a região e vantagens de morar por ali.

Se depois de analisar todos os prós e contras do tão sonhado imóvel e perceber que ele é o finalmente escolhido, analise muito bem os contratos e aos prazos que existem, para que não seja pego de surpresa.

Leave a Reply