Você é apaixonado por música e está procurando por uma nova qualificação no mercado de trabalho? Por que, então, não se dedicar a fazer dessa a sua profissão? Para que você possa ingressar no Universo musical com o pé direito, nós temos uma sugestão: que tal começar fazendo aula de teclado e piano?

Embora sejam instrumentos bastante conhecidos, o piano e o teclado são menos praticados do que o violão, por exemplo, o que é um bom sinal para quem sonha em um dia viver de música.

Esse é o seu caso?

Então, nós já adiantamos: ao longo desse conteúdo, iremos destacar diversas dicas relevantes para que você possa, finalmente, realizar o seu sonho.

Vamos começar falando do básico e entendo quais são as principais diferenças entre esses instrumentos. Assim, você já pode ir pensando se uma aula de teclado e piano realmente combina com você e com o seu perfil.

Piano X Teclado: quais são as diferenças?

aula de teclado e piano tem diferença

Tanto o piano quanto o teclado possuem suas peculiaridades.

Tem gente que acha que o piano e o teclado são iguais, e que sabendo um você sabe tocar o outro. Mas na verdade, não é bem assim. ë possível conseguir tocar os dois, mas eles possuem algumas diferenças e particularidades. Veja só:

Piano

Por ter teclas e emitir sons a partir delas, você deve imaginar que o piano não tem nada a ver com um violão, certo? Mas e se nós te falarmos que ambos são instrumentos de corda?

É isso mesmo! Assim como um violão, o piano também possui cordas e são elas as responsáveis pelos sons emitidos por esse instrumento clássico, que possui 88 teclas e, normalmente, de dois a três pedais.

Teclado

A principal diferença do teclado com relação ao piano, é que ele não possui cordas, muito pelo contrário. Ele é um instrumento eletrônico e, justamente por isso, é capaz de produzir diversos timbres, ritmos, efeitos e mais de mil sons diferentes.

O teclado é tão versátil, que ele consegue imitar outros tipos de instrumentos, incluindo os de corda, de percussão e até mesmo o próprio piano.

Outra diferença importante entre esses dois instrumentos é o peso das teclas.

Quem já teve algum tipo de contato com um piano sabe que as suas teclas são mais pesadas, o que não apenas faz com que esse instrumento seja um pouco mais difícil de ser tocado (principalmente para quem não está acostumado), quanto exige um pouco mais de treino do pianista para controlar a intensidade na execução das músicas.

No caso do teclado, no entanto, as teclas são mais leves e, portanto, mais fáceis de serem tocadas. Sem falar que ele pode ser transportado para qualquer lugar com muito mais do facilidade que um piano.

Por fim, a última diferença importante entre o teclado e o piano, que vale a pena destacarmos, é o número de teclas: enquanto, de forma geral, o piano possui 88, o teclado costuma ter aproximadamente 61 (esse número pode variar de acordo com a marca do instrumento).

Aula de teclado e piano: preciso aprender a tocá-los separados?

Apesar das semelhanças entre os dois instrumentos seria interessante ter aula de teclado e piano separadamente até estar bem familiarizada com os dois.

Apesar das semelhanças entre os dois instrumentos seria interessante ter aula de teclado e piano separadamente até estar bem familiarizada com os dois.

De forma geral, quem aprende tocar piano, consegue tocar teclado e vice-versa. Isso porque os princípios são muito parecidos.
Porém, como você deve ter percebido, há algumas diferenças entre o piano e o teclado que, na hora da prática, podem acabar te confundindo, se você ainda não estiver totalmente familiarizado com ambos os instrumentos. Confira algumas delas:

  1. Como dissemos, o peso das teclas do teclado é diferente do peso das teclas do piano, e esse pode ser o primeiro grande desafio, se você pretende alternar entre esses dois instrumentos;
  2. O piano não oferece tantos recursos quanto o teclado, então, muitas vezes, as músicas são tocadas de forma mais “floreada” nesse instrumento, para que fiquem mais interessantes. Se você tentar tocar a música exatamente da mesma forma no teclado, talvez o resultado não fique tão bom;
  3. Ao tocar piano, as suas duas mãos ficarão totalmente focadas nas teclas; no caso do teclado, porém, você ainda terá que apertar outros botões, o que torna dispensável, na maioria das vezes, a utilização das duas mãos sobre as teclas em si;
  4. Com o piano, você terá contato com músicas clássicas e é preciso muito mais treino para ser um bom pianista;
  5. O teclado combina com um estilo mais pop e não exige tanto tempo de prática para um bom domínio e resultado.

Independentemente das diferenças entre os instrumentos, a grande dica para você, que quer fazer aula de teclado e piano para, quem sabe, um dia viver de música é: tenha dedicação.

Sem ela, você não conseguirá ser um profissional de destaque e nem dominar nenhum dos instrumentos.

O que é preciso para iniciar uma aula de teclado e piano?

É preciso se atentar a alguns detalhes antes de iniciar a aula de teclado e piano.

É preciso se atentar a alguns detalhes antes de iniciar a aula de teclado e piano.

Lógico que para iniciar uma aulda de teclado e piano é preciso apenas querer. No entanto, há alguns detalhes que você precisa decidir e estar certo antes para não perder tempo e ir direto ao ponto. Veja abaixo quais são eles:

Escolher a modalidade da aula de teclado e piano

Atualmente, existem diversas formas de aprender a tocar um instrumento e, no caso do piano e do teclado, não seria diferente. Você pode procurar por escolas de música, contratar um professor particular, comprar aulas on-line ou até encontrar tutorias grátis na internet.

Se você é uma pessoa que tem contato com outros instrumentos e aprende fácil, com pouco suporte, você pode aprender a tocar diversas músicas.

Porém, se você nunca teve contato com piano ou teclado ou tem mais dificuldade de aprendizado, vale a pena contar com o acompanhamento presencial de um profissional. Assim, você receberá ajuda para superar os seus maiores pontos de dificuldade.

Além disso, envolver outras pessoas no seu processo de aprendizado – mesmo que seja um professor –, acaba se tornando uma motivação a mais para você evitar faltar com tanta frequência ou até mesmo não desistir das suas aulas no meio do caminho.

Providenciar o seu próprio instrumento

Aprender a tocar um instrumento, seja ele qual for, requer muita dedicação. Se você optar por uma aula de teclado e piano on-line, você precisará, antes de qualquer coisa, providenciar o seu instrumento.

E mesmo se você for estudar em uma escola que disponibilize um teclado ou piano para a sua prática durante as aulas, será importante que você tenha um instrumento em casa para treinar em outros momentos da sua semana.

Ter disciplina

Não importa qual o seu objetivo ao fazer uma aula de teclado e piano (ou de qualquer outro instrumento), se você não se dedicar e não tiver disciplina, dificilmente você será realmente bom, tocando o que quer que seja.

Mesmo porque, na maioria das vezes, a frequência é muito mais importante do que a intensidade para quem quer aprender a tocar um instrumento.

Isso significa que não adianta você se dedicar 100% durante as aulas e passar o resto dos dias sem praticar ou, ainda, estudar por longas horas durante um único dia e, depois, passar semanas sem encostar no seu piano ou teclado.

O recomendado para você, que quer realmente evoluir tocando um instrumento, é organizar a sua agenda para que todos os dias sobre um tempinho para praticar, nem que sejam apenas 15 minutos.

Claro que, quanto mais você se dedicar, melhor ficará e mais rápido terá domínio sobre o instrumento. Porém, se você não tem muito tempo livre no seu dia a dia, é melhor dedicar poucos minutos, do que deixar o seu piano ou teclado juntando poeira por dias e dias.

Escrever as notas no instrumento

Se você nunca teve uma aula de teclado e piano, aprender a localizar as notas poderá ser um desafio, no início. Para facilitar, escreva em etiquetas a sequência dó, ré, mi, fá, sol, lá, si e cole sobre as teclas correspondentes, até que consiga memorizá-las.

Praticar a coordenação das mãos e aprender a ler partituras e cifras

Praticar a coordenação das mãos na aula de teclado e piano é fundamental.

Praticar a coordenação das mãos na aula de teclado e piano é fundamental.

Em uma aula de teclado e piano você não irá aprender somente a tocar esses instrumentos, mas também receberá exercícios para praticar a coordenação das suas mãos (pois precisará utilizar ambas com muita destreza).

Outra habilidade que precisará ser desenvolvida é a capacidade de ler partituras e cifras. Se você não está familiarizado com nenhuma das duas, é importante se dedicar a “decifrá-las”, pois elas serão indispensáveis para você tocar qualquer música em um piano ou teclado.

Tocar músicas que respeitem a sua evolução de aprendizado

Tentar tocar músicas que você gosta é uma forma divertida e também uma ótima motivação para você não desistir da sua aula de teclado e piano.

Porém, se você não respeitar o seu nível de conhecimento, essa “tática” pode acabar surtindo efeito contrário, ou seja, você pode acabar ficando desmotivado e se sentindo incapaz, somente por não conseguir reproduzir uma música que ainda não está preparado.
Por isso, respeite o seu processo de aprendizado e saiba usar os recursos para mantê-lo sempre interessado em evoluir e aprender sempre mais e mais!

De que forma podemos utilizar a aula de teclado e piano para viver de música?

Há várias maneiras de utilizar a ula de teclado e piano para viver de música.

Há várias maneiras de utilizar a ula de teclado e piano para viver de música.

Como já foi dito ao longo deste conteúdo, será preciso um tempo de dedicação para que você finalmente toque bem qualquer tipo de instrumento, incluindo o teclado e o piano.

Mas, com um pouco de disciplina, com certeza, você conseguirá chegar lá e poderá até fazer desse hobby uma profissão.
Confira algumas ideias de como tocar teclado e piano profissionalmente:

Formando uma banda

Várias bandas possuem um tecladista em sua formação. Você pode procurar por uma que toque um estilo musical que você goste, para se candidatar a ser um de seus integrantes.

Outra opção, é formar a sua própria banda. Esse processo fica mais fácil, se você já tiver outros amigos músicos. Depois, é só procurar por bares e estabelecimentos que vocês possam se apresentar.

Tocando em restaurantes

Alguns restaurantes e outros estabelecimentos mais sofisticados, possuem os seus próprios pianistas, que são responsáveis pela música ambiente do local.

Você pode fazer dessa a sua profissão oficial ou até aumentar a sua renda no final do mês, fazendo esse tipo de trabalho em algumas noites, por exemplo.

Dando aulas

Agora que você já sabe tudo sobre piano e teclado, que tal ajudar outras pessoas a aprenderem a tocar esses instrumentos também? Você pode dar aulas em uma escola, ser um professor particular ou, ainda, gravar materiais completos para venda on-line.

O importante é ter criatividade, não desistir dos seus sonhos e acreditar que você pode começar a fazer aula de teclado e piano para viver de música e ser profissionalmente realizado!

Leave a Reply