Está pensando em aprender a tocar um instrumento? Então, você está no lugar certo! Afinal, ter contato com a música é sempre uma ótima ideia e nós queremos justamente lançar esse desafio para você: que tal aprender como tocar violão?

Por que o violão?

É muito bom poder saber como tocar violão.

É muito bom poder saber como tocar violão.

Em algum momento você já parou para se perguntar porque é mais comum conhecer pessoas que sabem como tocar violão do que pessoas que sabem como tocar bateria, por exemplo?

A popularidade desse instrumento se dá por vários motivos diferentes:

  1. Ele combina com praticamente todo estilo de música, do rock ao sertanejo, do reggae ao infantil;
  2. É fácil de ser transportado, por ser leve e relativamente pequeno, então, mesmo em um carro cheio de malas para uma temporada na praia, sempre terá um lugarzinho para levar também um violão para fazer aqueles deliciosos luais à beira-mar;
  3. Pode ser encontrado em diferentes preços. Se você ainda não sabe como tocar violão, você pode escolher um mais em conta para começar a praticar;
  4. Existem diversos tutoriais gratuitos ensinando a tocar todo tipo de música e sempre tem um conhecido para ajudar no processo de aprendizado, com algumas dicas extras;
  5. Nem todos os instrumentos se resolvem tão bem sozinhos quanto o violão. Um baterista, por exemplo, não consegue tocar sozinho em um bar por muito tempo, porém, se você canta bem, a sua voz e o seu violão serão mais do que suficientes para fazerem a diversão de muita gente.

Só de ler esses cinco tópicos você já ficou ainda mais interessado em aprender como tocar violão? Então, para convencê-lo de vez a dar início nas suas aulas hoje mesmo, nós ainda iremos apresentar alguns benefícios que esse instrumento pode trazer para você e para a sua vida de uma forma geral!

Benefícios de saber como tocar violão

Aprender como tocar violão traz muitos benefícios para a sua vida.

Aprender como tocar violão traz muitos benefícios para a sua vida.

Há muitos benefícios em aprender a tocar algum instrumento, em particular o violão. Qualquer instrumento musical desenvolve várias habilidades no cérebro e estimula a inteligência e a sua percepção. Você não tem nada a perder se praticar suas aulas de violão. Veja os benefícios abaixo:

Contribui com o seu cérebro

Uma pesquisa realizada na Escócia chegou a este feliz resultado: tocar um instrumento musical contribui para o aprimoramento das suas atividades cerebrais. Sabe o que isso significa? Que sabendo como tocar violão, você estará combatendo a degeneração do seu cérebro a longo e médio prazo.

Combate o estresse

É cientificamente comprovado: tocar um instrumento pode ser uma ótima terapia!
Por isso, se você anda passando por um momento de muito estresse e ansiedade, aqui está mais um motivo para você dar início às suas aulas de violão. Com elas, você conseguirá deixar os problemas de lado e poderá focar naquilo que realmente te faz bem, que é ouvir e estar em contato com uma boa música.

Melhora a coordenação motora

Se você nunca teve contato com um violão antes, não se engane: talvez a sua primeira aula não será exatamente um sucesso, pois você precisará desenvolver a coordenação motora de mexer as duas mãos em movimentos diferentes – e essa não é uma tarefa simples para todo tipo de pessoa.

A boa notícia, no entanto, é que tocar um instrumento é uma ótima forma de trabalhar a sua coordenação e quanto mais você se dedicar em saber como tocar violão, por exemplo, mais facilidade você terá para superar esse e outros desafios.

Se existem cantores que conseguem tocar violão, cantar e tocar gaita, ao mesmo tempo (como o Bob Dylan e Humberto Gessinger, por exemplo), certamente você também conseguirá tocar muito bem o instrumento que você escolher, seja ele violão, bateria, teclado ou qualquer outro que você se identificar mais.

Ajuda a fazer novos amigos

Você é tímido e tem poucos amigos? Está aí mais um motivo para fazer aulas de violão!
Se optar em frequentar uma escola, por exemplo, você terá a oportunidade de conhecer pessoas novas e a paixão pela música já será um ótimo motivo para você interagir com o seu professor e seus colegas do curso.

Além disso, depois que você já souber como tocar violão e estiver mais confiante para mostrar o seu dom para outras pessoas, você poderá levar o seu instrumento para aqueles churrascos dos amigos (que você quase não conhece ninguém), e essa será uma ótima oportunidade para se enturmar de vez.

Afinal, não há como ver alguém tocando violão sem sentir aquela vontade de pedir uma música. Daí vem o assunto de uma banda, de um ritmo, de um show e pronto: surgiu uma nova amizade!

Desenvolve novas habilidades

Alguma vez você já parou para pensar como o contato com um instrumento pode ajudá-lo a desenvolver habilidades que você utilizará em outras esferas da sua vida? Por exemplo, se depois de aprender como tocar violão, você resolver formar uma banda, você precisará:

  • trabalhar em equipe e respeitar as diferenças dos outros integrantes;
  • ter mais disciplina, porque ensaio não é brincadeira;
  • gerenciar o seu tempo para ensaiar e fazer as demais atividades do seu dia a dia (principalmente se essa não for a sua profissão principal);
  • saber ser um líder (se esse for o seu papel dentro da sua banda).

Percebeu como uma banda tem tudo a ver com habilidades que você precisa ter no seu ambiente profissional? Por que, então, não utilizar a música para aprimorar ainda mais cada um desses pontos?

Os primeiros passos para aprender como tocar violão

Existem alguns passos para começar a aprender como tocar violão.

Existem alguns passos para começar a aprender como tocar violão.

Agora que você já está convencido de que esse instrumento é, sim, o que você quer, vamos ao que mais interessa: o que você precisa saber para aprender como tocar violão.

Passo 1: Adquira o seu próprio instrumento

Não tem como fugir! O primeiro passo para entrar de cabeça no Universo do violão é adquirindo o seu próprio instrumento. Você irá precisar dele para treinar e, acredite: se essa for a sua verdadeira paixão, você sentirá vontade de tê-lo sempre por perto para tirar umas músicas de vez em quando.

Como dissemos no início do conteúdo, um ponto positivo é que existem violões mais em conta, que você pode optar, se não tiver como investir em um modelo mais caro no momento.

Para começar, essas opções mais baratas podem ser muito úteis!

E por falar em começar, uma dica importante para você que está no início das aulas de violão, é optar pelas cordas de nylon, que são mais macias e não exigem que você as pressione com tanta força (como as de aço), o que facilita a execução das notas e vai ajudar no seu processo de aprendizagem.

Quando você já tiver maior domínio sobre o instrumento e souber como tocar violão, você poderá utilizar as cordas de aço, sem problemas!

Passo 2: Conheça o seu violão

Para saber como tocar violão, você precisa, antes, conhecer o seu instrumento e saber, por exemplo, que ele possui três partes diferentes: o corpo ou peito, o braço ou pescoço e a mão ou cabeça.

A mão é a região onde você afina o seu violão, o braço é aquela parte mais comprida das cordas, o corpo é todo o resto do instrumento.

Além disso, existem ainda outros itens que vale a pena você conhecer por nome:

  • Boca do violão: localizada na região do corpo, é aquele orifício por onde o som do instrumento se propaga;
  • Cavalete: também localizado na região do corpo, é onde as cordas ficam presas, para se manterem esticadas;
  • Trastes: localizados no braço do violão, eles são pequenas barras utilizadas para definir o ponto exato de cada nota;
  • Tarraxas: localizadas na mão do violão, são utilizadas para esticar ou soltar as cordas, a fim de definir a afinação perfeita para o seu instrumento.

Passo 3: Posicione corretamente o seu violão

A forma de segurar o violão pode mudar entre pessoas destras e canhotas. Normalmente, os destros utilizam a mão esquerda no braço do violão, para fazer as notas e acordes, enquanto a mão direita fica sobre a boca do instrumento, fazendo o ritmo da música.

Para os canhotos, no entanto, as funções das mãos serão invertidas. Nesse caso, normalmente, a mão direita ficará responsável pelas notas, enquanto a mão esquerda irá definir o ritmo.

Independentemente da mão que você irá utilizar para fazer as notas e acordes, uma dica importante é posicionar os seus dedos em formato de gancho, para que eles não toquem em outras cordas.

Além disso, é sempre válido lembrar de aplicar um pouco mais de força sobre as pontas dos dedos responsáveis pelas notas e acordes. Assim, o som sairá mais limpo e mais claro.

Como falamos anteriormente, esses primeiros movimentos com o violão podem ser um pouco complicados no começo, pois seu cérebro ainda não está familiarizado com as posições dos acordes e seus dedos ainda não se acostumaram com a força que precisam fazer (por isso, talvez eles até doam um pouco no começo).

Mas, com um pouco de prática e dedicação, você verá que essas dificuldades ficarão para trás rapidinho.

Passo 4: Conheça os acordes básicos

Sabendo todos os acordes e cifras fica mais fácil aprender como tocar violão.

Sabendo todos os acordes e cifras fica mais fácil aprender como tocar violão.

O primeiro contato com os acordes pode passar a impressão de que você nunca irá conseguir memoriza-los ou tocar uma música inteira, mas quando você souber como tocar violão – mesmo que em um nível muito básico ainda – você irá perceber que, conhecendo apenas alguns deles, você conseguirá tocar milhares de canções.

Esses acordes são: o Dó maior (C), o Ré maior (D), o Lá maior (A) e o Sol maior (G).

Para você, que está no início das suas aulas de violão, a nossa dica é: tente montar cada um deles e memorizar a posição de cada um dos seus dedos.

Depois que você estiver familiarizado com os acordes principais, tente trocar de um para outro o mais rápido que conseguir (faça esse exercício progressivamente, ou seja, comece em um ritmo mais leve e vai acelerando conforme a sua prática).

Adquirir essa agilidade para a troca de acordes será essencial para que um dia você finalmente consiga tocar uma música completa, sem fazer interrupções para posicionar corretamente os seus dedos.

Passo 5: Aprenda a ler cifras

Algumas músicas são bastante simples de tocar. Você só precisa identificar o ritmo que irá utilizar (alguns vídeos na internet, além de fazer a demonstração, ainda indicam com setas os movimentos exatos que você deve utilizar sobre a boca do violão) e ler a cifra para saber quais são os acordes e quando trocá-los.

Quando falamos sobre os principais acordes, nós utilizamos letras maiúsculas para representar cada um deles. É assim, que você os encontrará em uma cifra:

  • Dó = C
  • Ré = D
  • Mi = E
  • Fá = F
  • Sol = G
  • Lá = A
  • Si = B

Esses que você acabou de conhecer são os acordes maiores. Para representar os acordes menores, colocamos um “m” ao lado da letra. Por exemplo, para fazer o Mi menor, utilizamos “Em”.

Passo 6: Toque a sua primeira música

Agora que você já tem as informações básicas sobre como tocar violão, chegou a hora mais esperada: a prática!

Procure uma música com ritmo e acordes fáceis e faça o seu primeiro teste! Com uma busca rápida na internet, você encontra uma lista de músicas indicadas para quem ainda está começando.

Antes de iniciar, no entanto, não se esqueça de afinar o seu violão. Hoje, já existem vários APPs que podem ajudá-lo com isso!

Aprendi os princípios sobre como tocar violão: e agora?

Depois de ter aprendido como tocar violão agora é só praticar e não largar mais.

Depois de ter aprendido como tocar violão agora é só praticar e não largar mais.

Depois que você já se familiarizou com o instrumento, já consegue fazer os acordes sozinhos e não tem dificuldades com o ritmo das músicas, falta alguma coisa para verdadeiramente saber como tocar violão?

A resposta para essa pergunta é simples e direta: sim!

Assim como com qualquer outro tipo de instrumento, será a dedicação que te levará a perfeição.

Então, não pare de estudar nunca! Organize a sua agenda para que, todos os dias, você tenha um tempinho para treinar e tirar uma música. E quando falamos em tempinho, é pouco tempo mesmo: 15 minutos bastam!

Se você mantiver esse cronograma de estudos e leva-lo a sério, você conseguirá notar em pouco tempo a sua evolução.
Mesmo porque, se você realmente é um amante da música e quer saber, verdadeiramente, como tocar violão, ter alguns minutos dedicado à essa prática será mais um momento de lazer do que uma obrigação, não é mesmo?

Leave a Reply