Matapaca limita-se com os bairros de Maria Paula, Sapê, Badu e Vila Progresso. Segundo algumas fontes históricas, primárias e secundárias, a área foi habitada por índios Tamoios e a caça era uma manifestação relevante. Da grande quantidade de pacas na região procederia a denominação Matapaca.

Até o final do séc. XIX e início deste, a área era constituída de propriedades rurais como o caso do sítio da viúva do Marechal Hermes da Fonseca, Madame Tefé, vendido em 1921. Há uma hipótese de que essa venda poderia ter representado um embrião do processo de loteamento que se tornaria mais evidente a partir dos anos 50. Relevante também neste período a fundação do Atlético Futebol Clube em 17/10/1954, às margens da estrada de Matapaca.

O fato acima indica que, nos anos 50, a urbanização de Niterói já havia ultrapassado o Largo da Batalha e avançava ao longo da atual estrada Caetano Monteiro.

Das fazendas e sítios dos caboclos, ao bairro urbanizado de hoje, teria se passado cerca de meio século, sendo que atualmente estas duas características ainda coexistem.

Possui um zoneamento interno que permite reconhecer algumas localidades bem específicas, dentre elas destacam-se: Jardim América, Buraco Quente e Pache Faria. O Jardim América é um sub-bairro semelhante a um grande condomínio, com elevado padrão construtivo e ocupação recente e, em Pache Faria, localiza-se o antigo sítio pertencente à Madame Teffé, o buraco quente, de padrão econômico diferente dos demais.

Localiza-se no bairro a Igreja de São Sebastião que nos dias 20 de janeiro atrai grande número de romeiros devotos desse santo.

Manifestação religiosa semelhante ocorre nos dias 17 de dezembro de cada ano, quando em torno da Igreja de São Lázaro, também erigida no bairro de Matapaca, grandes levas de devotos se reúnem para cumprir rituais tradicionais da religião católica.

O bairro Matapaca apresenta uma das menores taxas de crescimento anual do município, ocupando o 46º lugar no universo dos bairros, segundo os dados dos Censos de 1970, 1980 e 1991, apresentando inclusive uma desaceleração demográfica. No entanto, cabe lembrar que o censo apresentou algumas impropriedades, além de uma adequação dos setores censitários com base no Decreto-Lei 4895 de 8 de novembro de 1986 que definiu novos limites para os bairros do município.

CARACTERÍSTICAS ATUAIS E TENDÊNCIAS:

O bairro de Matapaca se assemelha ao conjunto da Região de Pendotiba que, tendo sido zona rural até meio século atrás, hoje apresenta-se com predomínio de domicílios urbanos. Embora grande parte da população do bairro possua baixos rendimentos, verifica-se que a forma de uso do solo através de condomínios fechados, nos anos 90, tem sido a mais freqüente, trouxe uma população de rendimentos mais elevados. Uma das principais causas desse padrão de urbanização é a questão da segurança. Fora dos condomínios, alguns moradores se cotizam para contratar seguranças particulares.

A maior densidade populacional é encontrada às margens da estrada Caetano Monteiro, que funciona como elemento polarizador das atividades econômicas e dos novos moradores.

Estão abertas perspectivas de crescimento do bairro pela grande disponibilidade de terrenos e também por ser área de passagem do Centro de Niterói em direção a municípios vizinhos. Todavia, a posição geográfica afastada do Centro parece ter funcionado até aqui como freio de uma urbanização mais acelerada.

Além da função residencial, Matapaca se destaca também, nos dias atuais, por sua crescente importância comercial. Os estabelecimentos se concentram às margens da estrada Caetano Monteiro, importante via de passagem. Entre os principais ramos comerciais pode-se registrar: bares, padarias, supermercados, mini-shoppings, farmácias, açougues, lojas de materiais de construção entre outros, além de diversas oficinas mecânicas. A significativa presença das lojas de materiais de construção se deve ao ritmo dinâmico da construção civil nessa área de valorização recente. Esta concentração comercial e de serviços às margens da estrada Caetano Monteiro, atende não só aos moradores do bairro de Matapaca, mas também aos bairros vizinhos como: Maria Paula, Vila Progresso e Sapê.

No que se refere aos equipamentos públicos, há carência dos serviços de saúde, o que obriga os moradores a recorrerem a Policlínica Municipal do Largo da Batalha, ou, em casos mais complexos, ao Hospital Universitário Antônio Pedro, localizado no Centro da cidade.

Diferentemente, no campo da educação, a população local e dos bairro vizinhos dispõe de várias unidades escolares. Trata-se do Complexo Educacional do Remanso Verde, da Prefeitura de Niterói, constituído da Escola Diógenes Ribeiro de Mendonça, que atende do Jardim de Infância à 1ª série; da Escola Sítio do Ipê que atende da 1ª a 3ª séries e finalmente a Escola Honorina de Carvalho, com ensino de 4ª a 8ª séries.

A população local e regional conta com duas linhas de ônibus: as de número 35 e 48, ambas transitando somente pela estrada Caetano Monteiro – o que obriga os moradores de localidades distantes da estrada, a longas caminhadas. Uma das dificuldades em relação ao transporte é a irregularidade do funcionamento dos ônibus no “horário do sereno”.

4 responses to “Matapaca”

  1. Olá! Gostaria de saber qual ônibus que posso pegar no terminal do centro de Niterói que vai me deixar mais próximo da Igreja de São Lázaro e se por acaso sabem quais os dias e horários que a igreja fica aberta para visitações ou se existe alguma forma de contato com essa igreja, de São Lázaro, como telefone. Muitíssimo obrigada a quem puder me ajudar.

    Reply
    1. Gostaria de saber como visitar a igreja de São Lázaro, Achei a igreja mas não tinha quem informasse nada.; Agradeço se pudessem informar.
      Responder

      Reply
  2. Bom, inclusive conta a história da região e como foi ocupada e onde concentra o comércio principal da região.

    Reply
  3. horario de funcionameneto da igreja de saõ lazarro em matapaca,obrigada

    Reply

Leave a Reply