Tendo como vizinhos Cantagalo, Badu, Matapaca, Maria Paula, Muriqui e Jacaré, o bairro é cortado pela Serra Grande, onde as altitudes variam até 300 metros. Foi originado de uma fazenda, pertencente a ingleses, que ali se estabeleceram ainda no século passado. No início deste século, por volta de 1920, a fazenda foi desmembrada e o loteamento daí surgido recebeu o nome de Vila Progresso, cujo empreendimento foi realizado por uma construtora com vários sócios. A feição que então adquiriu o bairro, mantém-se até hoje: sítios com grandes áreas, vegetação preservada, vastos espaços… Se já não nos deparamos mais com a figura do tropeiro por suas ruas, é ainda pouco expressivo o movimento de veículos. Este movimento concentra-se, principalmente, na estrada Caetano Monteiro que, cruzando toda Região de Pendotiba, é a principal via de acesso ao bairro.

Fazem parte da Vila Progresso as localidades de Grota Funda, Coração da Pedra e Açude. Na primeira, localizada no sopé da Serra Grande, encontramos jazidas minerais de quartzo e feldspato, numa área com vegetação bastante preservada, drenada por pequenos rios. No Coração da Pedra localiza-se a casa que pertenceu a Getúlio Vargas e que era usada para lazer nos finais de semana. O açude, ainda presente no local, localiza-se em propriedade particular e foi outrora pertencente a família Brígido Tinoco. Seu proprietário, antigo oficial da Marinha Mercante, construiu uma casa em forma de barco e pensava explorar turisticamente o local.

No bairro localizava-se uma rinha de galos cuja freqüência era intensa em dias de função e que atraía aficionados de toda a região.

Do loteamento original, um terreno foi cedido para criação de uma cooperativa de moradores, com finalidade de abastecimento de alimentos à preços subsidiados. Neste terreno, atualmente, encontra-se instalado o posto da Polícia Militar do bairro.

Notável também era o presença do popular “Armazém do Zeno”. Figura conhecida na região, o Zeno mantinha um caderno onde anotava as despesas dos fregueses e seu estabelecimento era ponto referencial para quem se movimentava pela estrada Caetano Monteiro.

CARACTERÍSTICAS ATUAIS E TENDÊNCIAS:

Vila Progresso possui função predominantemente residencial, sendo a maioria dos terrenos de propriedade particular, devido inclusive ao parcelamento da terra através de herança.

O bairro apresenta um comércio incipiente localizado, basicamente, na estrada Caetano Monteiro, que emprega trabalhadores oriundos de bairros vizinhos e do vizinho município de São Gonçalo. Em alguns sítios podemos observar a criação de pequenos animais como rãs e cabras e o adestramento de eqüinos.

Quanto ao saneamento básico, nem o abastecimento d’água nem o esgotamento sanitário são feitos majoritariamente através de rede geral. Nota-se a presença maciça de poços e nascentes pois a área ainda preserva seus mananciais hídricos.

As vias não são pavimentadas, apenas a antiga Avenida Nelson de Oliveira e Silva(*1) , eixo de concentração dos domicílios, a maioria de alto padrão construtivo.
A cobertura vegetal é ainda exuberante e Vila Progresso, como ademais toda Região de Pendotiba que se estende pela estrada Caetano Monteiro, possui temperatura agradável durante todo ano. Há de se assinalar que não existe ainda grandes impactos ambientais na área.

O setor educacional encontra-se representado pela Escola Estadual Felisberto de Carvalho e por escolas particulares de renome.

O Country Club de Niterói – importante clube campestre do município – assim como a presença de algumas casas de shows noturnos, seriam exemplos de locais de lazer que começam a se concentrar no bairro. Há de se assinalar também, que na sede da fazenda original, atualmente funciona uma associação recreativa para funcionários de um grande banco.

Leave a Reply